sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Ao Ano que vem


         Estou aqui pensando com meus botões, refletindo sobre o ano que já está ali, de malas prontas para partir e ceder o trono para seu irmão mais novo. E decidi que (diferente do que fiz no ano anterior) neste post não contarei aqui meus desejos e planos para 2013. Seguirei o valioso conselho de vovó: "Deixe acontecer... o melhor está por vir". 
          Peço-lhe, querido leitor, que não fique desapontado comigo, não estou triste ou desacreditada, porque, se tem algo nesta vida que tenho é FÉ, uma fé enorme em tudo o que eu faço. 
        Mas acredito que tu venhas aqui em busca de palavras amigas, sinceras. É isso que me move, me inspira, pois acredito que é possível acariciar pessoas com palavras... Então deixo para ti um pensamento à lhe inspirar em 2013: para as coisas que existem sem remédio, sem solução, que te tragam tédio, desespero, frustação. Há outras mil coisas que são bonitas, doces, felizes... e se você não achar nada de bom ou de maior, você cria alguma coisa. Qualquer coisa boa que não existe e se você botar fé nisso essa coisa vai começar a existir, mesmo que ninguém veja mesmo que só você acredite...
          E assim, com este pensamento em mente, seguiremos a nossa estrada: eu e minha esperança. Com a bagagem cheia de nada,e o coração transbordante de um quase tudo...
                              Feliz 2013!!!

                          "O ontem não existe mais. O amanhã ainda não existe. Você só tem o hoje. Este é o dia em que Deus age." 
Max Lucado
 
Ouvindo: "Us against the world" - Coldplay

domingo, 2 de dezembro de 2012




 "Que dezembro venha com bons ventos, que nos traga paz, sorte e amor, que não nos deixe sofrer, por favor. 
Que leve embora todos as tristezas que novembro trouxe....
Só por um mês, faça tudo dar certo..."
  
                                                               Caio F.A.


Ouvindo: Jeremy Camp - I still belive

 

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Amarello Amor


O que existe além do que já foi dito sobre o amor?
Toda minha vida pautada em amores que tive ou gostaria de ter.

Falando sobre os que tive, também não tenho muito que dizer.

Amei e fui muito bem amada.

Mas foi um amor, um único amor
, que veio cruzou minha vida, tocou minha alma e ficou marcado em minha pele.
Todos nos carregamos com nós uma história.
Aquela que só nos atrevemos a lembrar, quando durante a noite no escuro, encostamos nossas cabeças no travesseiro e o silêncio cala fundo.
Não importam os anos, certas coisas simplesmente permanecem.
Mas então, numa quinta-feira a tarde de um ano qualquer, tropeçamos nesse amor já supostamente esquecido.
Percebemos que amor igual não há e que aquela pessoa continua e continuará a ser nossa referência afetiva mais sincera e profunda.
Não é doença nem obsessão. Aliás não e nada, só amor. Amor dos bons, daqueles que são únicos e maravilhosos, que acontecem poucas vezes na vida das pessoas. Daqueles amores que ficam e que teremos que conviver com ele como algo concreto e parte de nossas vidas.
Que alma consegue atravessar a vida sem ter conhecido o amor e quem sabe, ter a sorte de ser correspondido?
Que vida vale a pena sem amor?
Nenhum sentimento é mais lindo profundo e transformador que o amor.
Só amor transcende e purifica, enlouquece e cura, invade, permanece, liberta e aprisiona...
Quando acontece é um som grave que penetra invade e permanece.
Não complique e nem elabore o sentimento mais incrível e poderoso de todos.
Permita que ele chegue e se instale.
Porque o resto são bobagens meninos, bobagens.
Carolina Ferraz
 Ouvindo:  IKO - Heart of Stone

Snow Patrol - Open Your Eyes

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Resposta a Kal-el.

Em resposta a pergunta do Post anterior...

DEPENDE DE VOCÊ KAL-EL. 
AINDA QUER SER "ESSA PESSOA"? 
PORQUE EU NÃO DESEJO OUTRA QUE NÃO SEJA VOCÊ...

Abraços mágicos... beijos ternos... saudades...
=]

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Sei...

 




Sabe, quando a gente tem vontade de encontrar
A novidade de uma pessoa
Quando o tempo passa rápido
Quando você está ao lado dessa pessoa
Quando dá vontade de ficar nos braços dela
E nunca mais sair…


Sabe, quando a felicidade invade
Quando pensa na imagem da pessoa

Quando lembra que seus lábios encontraram
Outros lábios de uma pessoa
E o beijo esperado ainda está molhado
E guardado ali em sua boca

Que se abre e sorri feliz
Quando fala o nome daquela pessoa

Quando quer beijar de novo muitos lábios
Desejados da sua pessoa

Quando quer que acabe logo a viagem
Que levou ela pra longe daqui…


Sabe, quando passa a nuvem brasa
Abre o corpo, sopro do ar que traz essa pessoa
Quando quer ali deitar, se alimentar
E entregar seu corpo pra pessoa
Quando pensa porque não disse a verdade
É que eu queria que ela estivesse aqui…


Sei... Eu sei.

                                       Nando Reis - Sei

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Que a felicidade vire rotina...

E que eu não me acostume com as pedras no caminho.
Que eu saiba lutar pelo que realmente pode se tornar realidade,
que eu tenha consciência "tds" os dias
de tudo o que sou capaz de fazer...
que a pessoa que surgir na minha vida, queira apenas uma coisa:
ser feliz ao meu lado!!!

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Hoje é o meu aniversário!!!


Hoje é meu aniversário. Acho que nunca comecei um texto aqui com uma frase tão plana, lisa. E ao mesmo tempo de significados tão intensos que fica difícil lê-la com imparcialidade. Pensa-se em parabéns e talvez seja merecido, pois neste mundo de cabeça para baixo vence-se a cada dia.
Mas hoje é meu aniversário. E não é dia de escrever coisas tristes ou pensativas, mas de comemorar. Comemorar que há 30 anos um casal me escolheu para ser sua filha e apostou em mim todas as fichas. Que desde meu último aniversário acordei nos últimos 365 dias, levantei e fui cumprir com as minhas obrigações. Que curti esses dias com pessoas maravilhosas, que amo muito. Com as que estão bem pertinho. E com aquelas que estão longe. Que no meio desse caminho realizei um sonho e conheci a “Terra do Nunca”. E lá conheci outras pessoas muito maravilhosas, me decepcionei com outras que mal conhecia, mas a vida continuou bela. Que voltei em segurança e vi o sol nascer “No País das Maravilhas” por uma janelinha bem pequena e chorei. Chorei de felicidade, de tristeza, de TPM...rs. Que nesse meio tempo traduzi um livro em francês, diversas matérias de revistas inglesas e muita coisa chata, mas que me deixaram feliz pelo desafio aceito e cumprido. Que hoje recebi uma ligação da minha avó no alto de seus 77 anos, linda e de cabelos branquinhos, me abençoou e desejou-me felicidades. E também vários e-mails e scraps... mensagens da família e de amigos que mesmo estando longe ainda nutrem por mim carinho especial. E tantos telefonemas, sms, e abraços... há essa foi a melhor parte do dia, muitos abraços, de variadas intensidades, expressividades e cheiros... foi lindo! E que completei três décadas com muita felicidade e orgulho de quem sou.
Por isso digo que hoje é meu aniversário. E o que se sente nesse dia não se explica. Nem se deve explicar… É celebração da vida!!!

Hoje é um dia qualquer,
mas, não é um dia comum.
Hoje é meu aniversário!
Peço à Deus que a esperança continue
sendo cultivada em meu coração.
Que minha crença e fé jamais sejam abaladas.
Que meus sonhos não desvaneçam.
Que meu sorriso jamais se apague.
Que minha alma menina continue amando
as flores e os passarinhos.
E que eu possa no ano vindouro,
parabenizar-me novamente.
Afinal, Deus concedeu-me mais um
ano de vida...

Ouvindo: "Time like this" - Foo Figthers

quinta-feira, 9 de agosto de 2012


Às vezes eu peço a Deus para te esquecer, mas lá no fundo, o que eu queria pedir mesmo, era que você desse um sinal, mesmo pequeno, de que poderíamos tentar fazer tudo diferente dessa vez. 
Sei que o sinal não virá, então conto com Deus para conseguir prosseguir, continuar em frente...
=)


Ouvindo: Blind - Lifehouse 

 

terça-feira, 17 de julho de 2012

 Nós passamos pela vida de forma tão rápida, que chega a ser um desperdício ficar ao lado de pessoas que sugam nossa energia, que nos deixam pra baixo.
 Gosto de gente que sorri, que traz soluções e não problemas, que absorve abraços, que espalha carinho e me faz sentir a pessoa mais especial desse mundo. 
Gosto de usar o meu lado menina, sem ter que mostrar que também tenho um lado "leoa", que age com maturidade e determinação, sabe ser doce e principalmente dura se necessário for.
 Então... que eu fique com essa carinha de feliz. 
Tá bom demais.
 
"Resolvi: eu gosto é de gente leve. Gente de sorriso rasgado na cara, que tem a oferecer abraços, sorrisos e palavras doces e verdadeiras. Gente otimista que faz da vida poesia. Gente inteligente que faz da poesia a vida."
                                    Paolla Milnyczul
 Ouvindo: Charlie Brown - Coldplay

segunda-feira, 2 de julho de 2012

E vc?

Ahhhh... sou mesmo uma romantica a moda antiga, sim pililim...
Gosto de abraços, palavras, gestos generosos e ternos... gosto com intensidade, com carinho, com sentimento... isso é ipertaivo em mim, como é em Caetano Veloso quando compõe suas preciosidades musicais... Porque são sentimentos presos em palavras, e as palavras ficam, como os momentos especiais que revivemos em pensamento...
Show do Caetano Veloso e eu só pensava em vc... e quando vi Caetano só voz e violão, cantando "Sozinho" viajei na letra, no tímbre daquela voz macia e nem o coro que se fazia ao redor foi capaz de atrapalhar aquele momento mágico...
E eu? Eu só pensava em vc... um aperto no coração, um arrepio a percorrer o meu corpo... e eu só pensando em vc...
E vc? Desejava a todo instante que pelo menos vc também estivesse pensando em mim naquele momento, como se estivéssemos em completa sintonia como ocorria quando nos falávamos todos os dias... lembra?
Sinto falta da sua presença em minha vida... E hj o que resta é uma saudade boa...
E vc Kal-el?

"Às vezes no silêncio da noite
Eu fico imaginando nós dois
Eu fico ali sonhando acordada
Juntando o antes, o agora e o depois
Por que você me deixa tão solta?
Por que você não cola em mim?
Tô me sentindo muito sozinha
Não sou nem quero ser a sua dona
É que um carinho às vezes cai bem
Eu tenho meus desejos e planos secretos
Só abro pra você mais ninguém
Por que você me esquece e some?
E se eu me interessar por alguém?
E se eea, de repente, me ganha?
Quando a gente gosta
É claro que a gente cuida..."
                                                         Sozinho - Caetano Veloso
 

terça-feira, 12 de junho de 2012

Ao meu não Namorado...

Nunca tive um namorado.

Nenhum. Ninguém.

Não uni as escovas.

Não juntei tão pouco os trapos.

Não fiz bolo com a irmã caçula.

Não almocei com sogra alguma.

Não preparei jantar à luz de velas.

Não discuti por qual filme assistir.

Não precisei usar do artícios langerie.

Não quebrei pratos em meio à brigas.

Não comprei presente para o dia doze.

Não fui ao jogo de futebol com o cunhado.

Não tive um surto ao ver o celular bloqueado.

Não ganhei rosas vermelhas de um pretendente.

Não fiquei com o perfume dele na manhã seguinte.

Não tive que escolher em que restaurante seria romântico ir.

Não tive nenhum faniquito por causa de outra interessada.

Não fiz alguém de posse, nem fiz contra ele reza braba.

Não dormi sozinha só porque alguém desmarcou.

Não chorei de raiva porque ele não ligou

Não amarrei o bode em toco algum.

Não escolhi entre que alianças usar.

Não recebi serenata na beira do mar.

Não disse que sim, e me arrependi

Não jurei nada para qualquer um ouvir.

Não aceitei alguém de meu juiz.

Nunca tive nada disso.

Nem tão pouco fui solitária.

Como também não sou infeliz!

Não procuro aqui consolo.

Não quero companhia.

Não desejo ser perturbada

Nem quero viver uma falsa alegria.

Na pele eu trago um machucado.

Na verdade é uma cicatriz.

Não é de amor, pois eu mesma que fiz.

Não escolhi outro destino para essa vida.

Pois com essas experiências,

Quem sabe o que eu seria?.

Meu carma me acompanha desde sempre

Lado a lado.

E só ele sabe o que pra mim está reservado.

                                                        Mei - By Calmila Paier 


PS: A diferença entre nossas histórias, Mei, é que a minha cicatriz é de amor... ainda em fase de otimização, esperando o momento certo para um novo "abraço mágico" acontecer...


Em clima do Dia dos Namorados... 
Ouvindo minha música preferida para curtir este dia tão especial a dois que é "Is this Love?" da conceituada banda Whitesnake. Música antiguinha (1987), embalada ao som da poderosa voz de David Coverdale, ainda inspira corações, amores, lembranças...  Amooo música boa... essa é especial para marcar momentos mágicos...

domingo, 20 de maio de 2012



"Meu coração é um sorvete colorido de todas as cores, é saboroso de todos os sabores. 
Quem dele provar será feliz para sempre..." 
                                                            Caio Fernando Abreu.

Ouvindo: J'ai pas besoin de toi - Joyce Jonathan

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Li esse poeminha no Facebook tempos atrás, achei de uma ternura tão pura... muito fofo. 
Dedico especialmente a  você, Kal-el..
Por quem sinto tantas coisas boas... que só o coração é capaz de descrever... 
BjOo
=]

 "Saudade bate na portinha do coração e o bobo não deixa entrar.
Daí ela sobe pra cabeça e não deixa sua imagem sair de lá.
A cabeça, teimosa, fala pro coração que a saudade só vai fazer o reencontro ficar melhor...
E a boca diz que ele pode contar com os lábios para sorrir quando você chegar..."
        


                                      
Ouvindo: Bananas Pancakes - Jack Johnson

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Quereres...

Está chegando o fim de mais um ciclo em minha vida... Passaram-se quase 4 anos de muitas experiências e aprendizado, até chegar ao que sou hoje. Com certeza uma Mi mais madura, mas com a mesma essência.
Um sonho está se realizando. Só é ruim o fato de que quando um sonho se realiza, ele pára. Mas o bom é que abre espaço para novos sonhos...
É o fim de um ciclo e início de outro. Tantas dúvidas, incertezas... Será que você fez as escolhas certas? O que será daqui pra frente?
O que é que você quer da vida?

Ah, o que eu quero da vida?
Vi-da. Substantivo simples, ou verbo viver? Dá na mesma, que seja.
Tão difícil dizer agora. E escolher as palavras certas. Assim, eu quis fazer as minhas unhas hoje pela manhã, mas me faltou tempo. Meu cabelo precisa de um corte novo, meu saldo bancário de um limite maior, e meu armário, de mais roupas. Sapatos, você sabe: nunca são demais.rs... Um colar dourado com o meu nome, aquele vestido de florido da vitrine de ontem. Treinar francês, e falar fluentemente, Oui mon ami!
Já almejei ser mais alta e menos brasileira.
Detesto chuva, rezei pelo sol. Veio ontem, mas durou pouco. Quis sentir a grama úmida da chuva de ontem cravar sob os meus dedos, enquanto puxaria algumas folhas do solo; e o que fiz foi entrar dentro de um veículo poluidor. Totalmente contrário, eu sei. Desejei de todo o meu coração dobrar a esquina, e não encontrar nenhum conhecido.
Que em um dia qualquer, você chegasse de fininho, me abraçasse apertado e dissesse: Senti sua falta! Pode ser?
Você me aperta contra o seu peito, eu ouço o seu coração, e tudo bem: está vivo e eu estou dentro. Mas não falo. Que boba, tão infantil... Então, daria pra você segurar a minha mão com força, olhar por entre as minhas unhas não-feitas, e cutículas levantadas, com compaixão? Mas isso você já faz, e acho lindo. Já disse que adoro mãos? e que acho a tua linda? Tua mão linda, firme, viril, sem medo algum dos meus dedos delicados, toque macio, com garras femininas, pintadas de vermelho, e sei você detesta! Mas baby, combina com minha personalidade forte... E se você abrisse um sorriso, sincero e estridente, olhando fundo apenas nos meus olhos, e não na paisagem que se porta por trás, ganharia meu dia! E aí, dá?
Mas quero mais! Ir além, dançar na vida. Tombar algumas vezes, ressurgir furacão noutras - avassaladora. Uma casa no campo, e a vida da cidade. Dirigir veloz pelas ruas, sem esse pára e arranca. Meu batom que você chama de Barbie, aquele rosa-choque. Dormir tardes inteiras, varar noites vagais. Apenas morando teus braços fortes.
Quero tudo que não foi, dá pra ser? É, acho que não.
Então anota aí, que é pra não esquecer: seguir minha carreira de jornalista alguma coisa, dirigindo meu carrinho pequeno meia-boca, e continuar sendo loira até o fim da eternidade. Isso cabe.
Se você quiser, mais pra frente participar - só não entra agora no script não, que tudo se perde, tudo acaba, e nada está pronto: nem eu, tão pouco você, eu o sei...
E a gente vive meio sonhando, e segue andando com a cabeça nas nuvens. Não sabendo até que ponto tudo isso é realidade, apenas vivendo e deixando acontecer, acontecendo e não pensando muito nos fatos, e sorrindo, independente de tudo. Felizes.
C.P.

"Claro, o dia de amanhã cuidará do dia de amanhã
e tudo chegará no tempo exato... "C.F.A

Ouvindo: City & Colour – Hello, I’m in Daleware

terça-feira, 13 de março de 2012

Happy things...

Kal-el.
I remember when we talked about some things... but the "Peter Pan's history" was the one that deeply touched me, in a way that I can't describe...

sábado, 3 de março de 2012

The best thing about me is you...

Se tem algo que me faz admirar ainda mais uma pessoa é - além do caráter - a atitude.
Ahhhh... atitude sua danada! Na "faculdade da personalidade" masculina você deveria ser pré-requesita em "matéria da conquista". Digo isso porque sou assumidamente romântica, bem"mulherzinha" entende?! rs. Madeimoselle à moda antiga: gosto de ser cortejada, gosto de atitudes decididas, gestos nobres, sentimentos sinceros, palavras verdadeiras... A atitude te faz sentir o quanto o seu companheiro se importa com você. Existem atitudes tão simples - e que admiro muito quando feitas - que essas sim, me fazem ter aquela sensação de dia ganho...
Pare e pense: isso é importante, e hoje em dia, atenção, carinho, afeto, estão esquecidos. Os casais hoje querem amor enlatado, como produto instantâneo que fica pronto em 3 minutos. Mas sentimentos verdadeiros não nascem da noite para o dia, são como as plantas precisam de cuidados diários. As atitudes ajudam a manter os sentimentos, o amor, pois quando ele é regado diariamente, no formato de drops de carinho, paixão, ou mesmo atenção, fica fácil florescer apenas jantares contentes, beijos apaixonados (aqueles de 5 minutos...) e uma paz compartilhada que dá um bem danado viu?!
E agora te pergunto querido leitor: Como andam suas atitudes para com sua amada? Há quanto tempo não enche a sua namorada de beijos, quase sufocando-a de alegria até que a amada não aguente mais e parta para fazer o mesmo com você? Faz tempo que não envia assim, inesperadamente, um SMS, com  as simples e significativas palavras: "estou aqui longe mas pensando muito em você" para que ela conserve de orelha a orelha um sorrisão pelo resto das horas?
É maravilhoso quando, mesmo com o passar dos meses, os beijinhos de esquimó continuam sendo dados, em plena tarde dominical. Ter o nosso cabelo tirado do rosto - enquanto conversamos. Passear de mãos dadas e te dar aquele abraço de urso que parece que vai nos quebrar ao meio, tudo só para tirar "aquele" sorriso iluminado da amada. A forma com que o nosso amado zela por nós, nos colocando sempre do lado de dentro da calçada, ou nos puxando pelo braço em forma de alerta quando atravessarmos a rua sem olhar direito. Todos apreciamos um mimo, e claro, ver que existe um cuidado em se preservar o que somos de bom na vida do outro é mesmo gratificante. Pode ser um beijo na testa, uma cartinha apaixonada com aquela letra máscula e única que só os homens tem (vale um bilhetinho também, qualquer agrado que futuramente possa se tornar peça chave de boas lembranças). Receber uma ligação inesperada, assim no meio do dia, apenas para ouvir a sua voz, porque a saudade apertou derepente. Preocupação e uma doçura em especial quando passamos mal ou ficamos doentes, massagem nas costas depois de um dia cansativo, cafuné nos cabelos até que a gente quase adormeça. Convidar para acampar e passar a noite olhando as estrelas, falando bobeira só para te fazer sorrir e adormecer de conchinha, com seus braços envoltos ao nosso corpo como se os dois fossem apenas um e ouvir baixinho "gosto de você do tantão do céu"... Inventar um apelido singular e nada clichê, inspirado em palavras ou expressões únicas que só nós usamos, como a nos fazer uma homenagem e claro, na intimidade usar e abusar de assim nos chamar. Cozinhar de vez em quando, servir nosso prato - e copo, nos puxar mais pra perto e querer estar juntinho ao assistir a um filme ou algo na televisão.
Fazer de nossas mãos um ato de delicadeza: beijar com exagero, segurar publicamente sem hesitar, repousar sobre a sua, quando estiver dirigindo. Achar que a nossa beleza ultrapassa os limites do bom senso, é opinião obrigatória do resto do mundo (e nos falar isso, quando os ataques de baixa auto-estima nos pegam desprevenidas). Nos tratar como a pessoa mais especial e única deste mundo. É querer que a cada dia a receita de estar juntos apenas se aprimore, o gosto de ter alguém do lado faça sentido para assim agente se entregar, nem sempre de bandeija, mas de braços (e corpo, e mente e coração) abertos. E quando menos espera começa a entender o porquê da celebre frase "the best thing about me is you"...
E depois de me abrir assim, imagino que muitas mulheres se identificaram comigo e já estão com a cabecinha a mil, desejando surpresas, torcendo para que sejamos únicas enquanto durarmos - e que seja pra sempre, ou intenso enquanto houver vínculo, enquanto existir a reciprocidade...

Ouvindo: Love remains the same - Gavin Rossdale

=]

sábado, 4 de fevereiro de 2012

...

"Nada é para sempre neste mundo, mas ao menos algumas coisas são especialmente duradouras..."
                                                                                Mirian Barreto