terça-feira, 3 de setembro de 2013

Aniversário: colhendo os frutos.


Hoje completo meus 31 anos e o que sinto neste momento é que desaprendi o tempo.
Existem anos que a gente nem sente, noites que duram eternidades, centésimos de segundo que significam uma vida inteira.
Tudo é movediço. Não existem verdades absolutas, pessoas absolutas, tempo absoluto.
Viver é desafiar esse relógio inventado pra encurtar a duração das coisas...
Afinal, envelhecer não é ruim. 
Envelhecer é colher, é entender que nunca vamos caber inteiros dentro da gente, que oportunidades não devem ser perdidas, nem experiências, e nem afetos, é perceber que todas as vezes que chamarmos sinceramente pelo amor, ele virá. 
Envelhecer é aprender que muitas coisas nessa vida já vêm prontas e lindas, e que não é preciso enfeitá-las. Algumas pessoas são um bom exemplo disso. Envelhecer é descobrir que nossa casa de verdade, é dentro de alguns abraços.
Sempre achei que envelhecer é para quem merece. Para quem tem fé.
Afinal, o Universo é generoso e estende a infância até encontrar quem a deseje, e faz isso dia após dia... ignorando completamente o tempo.
Porque se a gente souber envelhecer, tempo não existe !
E que o tempo passe assim, como de brincadeira, deixando recordações, vivências, sabedoria... Que venham muitos e muitos anos de vida! 

4 comentários:

  1. olha só tenho a dizer uma coisa...você está muito gata..parabéns..kl

    ResponderExcluir
  2. uma das bocas mais bonitas que já vi.

    ResponderExcluir
  3. ah se eu beijo essa boca...

    ResponderExcluir